block

O Agito Brasil está presente em 32 cidades no Brasil. Confira!

Melhorias no São Dimas representam investimento de R$ 9 milhões - Agito São Pedro

Login
Entrar com sua conta no Agito
  1.  
  2.  
ou recuperar senha

Por que logar? Logado você pode participar de promoções, fazer comentários, compartilhar, recomendar, participar do Agito Live e muito mais.

Não é cadastrado? Cadastre-se!

Login

Para vincular sua conta da rede social você precisar ter o cadastro no Agito!

Mostrar a minha foto do perfil da rede social?
  1. Receber boletins me informando sobre os principais eventos da região.

Melhorias no São Dimas representam investimento de R$ 9 milhões

10 de Janeiro de 2020

2020 tem tudo para ser um ano marcante para moradores do Nova São Dimas. Estão previstas para o local importantes obras de infraestrutura, como instalação de rede de água e esgoto, galerias pluviais, energia elétrica regularizada e pavimentação.

A ação é resultado de um trabalho conjunto entre as secretarias de Obras, Governo, Saúde e Desenvolvimento Social, Saaesp e a CPFL Paulista, com o objetivo de regularizar a situação do bairro e oferecer qualidade de vida à população.

Um dos pontos altos deste trabalho de reurbanização aconteceu em fevereiro de 2019, quando 143 famílias no Nova São Dimas I receberam títulos de posse de suas moradias. O documento, que representa a concretização de um antigo sonho de moradores do local, é uma espécie de “certidão de nascimento” dos imóveis e abriu caminho para outras melhorias.

Outra medida bastante aguardada é uma solução para um problema antigo na cidade, a voçoroca. Os grandes buracos de erosão causados pela chuva e intempéries, em solos onde a vegetação é escassa e não tem mais proteção, provocou fendas de até 60 metros de profundidade e já foi motivo de vários estudos.

Uma empresa foi contratada para realização de um projeto executivo que realizou, entre outros estudos, levantamento planialtimétrico da área com Vant (Veículo aéreo não tripulado), sondagem de reconhecimento de solo; geologia e geotecnia; estudo hidrológico, detalhamento da solução e método construtivo; licenças ambientais e projeto de reflorestamento, cartas e memoriais. A obra foi orçada em R$ 6,8 milhões e será realizada com recursos municipais após licitação.

Entre as medidas planejadas para solucionar o problema estão o plantio de 250 mil mudas de capim Vetiver e 13.420 mudas de eucalipto, além de implantação do modelo de escada hidráulica, para dissipar a energia do volume das águas. Algumas ações já foram realizadas, como construção de galerias pluviais  e caixas de drenagem em áreas no entorno da erosão.

Comentários
 Não Existem Mensagens

Deixe um Comentário

Para enviar uma mensagem, você precisa estar cadastrado

Faça o . Ainda não é membro? Cadastre-se

As mensagens serão liberadas em alguns instantes, após revisão de nossos editores.